EditorialBlog

Uma Medicina Natural

Water-cartoon-SJ PORT - milenio stadium

 

As discussões sobre o estado do mundo são predominantemente relacionadas com as alterações climáticas e o papel que a água tem nas nossas vidas. Sem este líquido precioso, o planeta Terra seria um terreno baldio, estéril, desprovido de vida tal como outros planetas. É um desafio fazer com que as pessoas respeitem e compreendam a importância da água na nossa sobrevivência diária, porque apenas comunicar os problemas do mundo no que diz respeito à situação atual da H2O é inútil e um tanto repugnante para alguns devido à ocultação dos problemas como eles existem hoje.

Cerca de 60% do mundo é composto por água. O ser humano comum apenas pode viver sem líquidos durante cerca de 3 a 5 dias, porque o corpo humano necessita de água para descarregar as impurezas do corpo, regular a temperatura corporal, transportar nutrientes e é essencial para a digestão. Por outras palavras, não podemos viver sem água. Se é esse o caso, porque é que a desrespeitamos tanto em países onde a água é abundante? Sendo os seres humanos criaturas de hábitos, adaptam-se ao ambiente em que vivem e o desperdício de recursos naturais ficou enraizado nas nossas vidas. Para retroceder estes hábitos, seria necessário que a pessoa experienciasse a dor de não ter, tal como muitos sofrem por todo o mundo devido à calamitosa escassez deste recurso. A água é a necessidade básica para o funcionamento de todas as formas de vida que existem na Terra. Pensar apenas na necessidade dos seres humanos e ignorar todas as outras formas de vida, necessidades industriais e comerciais, é uma forma inocente de ver o mundo. Vejam os nossos corpos de água como motores da vida que não devem ser menosprezados e aproveitem os nossos oceanos, rios, riachos, lagos, reservatórios e águas subterrâneas como a molécula sustentadora do nosso ser.

O Brasil possui os maiores recursos de água doce do mundo, seguidos pela Rússia, pelos Estados Unidos e pelo Canadá. O Canadá é composto por 8,798,000 lagos de água doce, o que é cerca de 20% dos recursos de água doce do planeta. Não podemos confundir água doce com água potável, tendo em conta que muitos dos nossos lagos estão poluídos. Entre os países que desperdiçam mais água, estão a China, os Estados Unidos, o Brasil, a Rússia, etc., sugerindo que quanto mais água está disponível, mais é desperdiçada. A exceção é o Canadá. O uso global de água doce na agricultura, indústria e para usos municipais aumentou seis vezes desde 1900. O problema é que o mundo não produz seis vezes mais água e para níveis de sustentabilidade dos recursos hídricos, as taxas de retirada de água devem ser inferiores às taxas de reposição de água doce.

Em 2015, todos os países comprometeram-se a trabalhar em prol do acesso universal a água potável segura, higienização e lavagem básica das mãos até 2030, mas o progresso tem sido muito lento e tem de ser três vezes mais rápido se quisermos atingir esse objetivo. Cerca de 1/3 da população mundial não tem o acesso básico a água e sabão, resultando na morte de milhões de pessoas anualmente devido a doenças infeciosas que se propagam pelo consumo de água não potável e de saneamento precário. Mais de meio milhão são crianças. Isto requer uma reflexão ponderada na forma como levamos as nossas vidas em países desenvolvidos – quando os nossos excessos são as necessidades básicas de outros. Devemos contemplar como a água, que flui para a nossa torneira, chega lá. Qual é o processo e qual o método utilizado para que você possa beber de um copo e matar a sede. Pense nos países mais pobres, sem acesso a água potável e infraestruturas que a tornem consumível. Questiono-me qual será a sua qualidade de vida. Pense no agricultor que colocará comida na sua mesa, a observar plantas murchas sem forma de as rejuvenescer… e muitas outras, sendo que cerca de metade do mundo não tem acesso a água potável e saneamento básico.

Não seja um individuo suíno no uso de água. Da próxima vez que sentir que pode ficar 30 minutos no banho, pense nos mais desfavorecidos para quem este precioso dador de vida não está disponível.

A população mundial irá exceder os 8 mil milhões de pessoas até ao final do ano. Os recursos tornar-se-ão mais escassos, portanto, é fulcral que todos nós nos tornemos conservacionistas e reavaliemos o papel que podemos desempenhar para preservar esta terra, que na realidade tem 1,5 mil milhões de anos de vida, se a estragarmos, pode acabar muito mais cedo. Respeite o lugar onde caminha e mergulhe na medicina natural que nos rodeia.

 

[p=”20″ bottom=”20″]

 

 

Version in english

A Natural Medicine

Discussions about the state of the world are predominantly about climate change and the role that water plays in our lives. Without this precious liquid, Earth would be a barren wasteland devoid of life like other planets. Getting people to respect and appreciate the importance of water in our daily survival is a challenge, because solely communicating the problems of the world as it pertains to the current plight of H2O is unhelpful and somewhat repugnant to some because of the glossing over of the problems as they exist today.

About 60% of the world is made up of water. The normal human being can only live 3 to 5 days without fluids because the human body needs water to flush waste from the body, regulate body temperature, transportation of nutrients and is necessary for digestion. In other words, we can’t live without water. If that’s the case, why do we disrespect it so much in countries where water is abundant? Human beings being creatures of habit, adjust to the environments they live in and wasting of natural resources has become ingrained in our lives. To retrocede these habits would require that a person experience the pain of not having as many in the world suffer from the calamitous shortage of this diminishing resource. Water is the basic necessity for the functioning of all forms of life that exist on earth. Thinking about only the necessities of humans and ignoring all other forms of life and industrial and commercial needs is a naïve way to view the world. Look at our bodies of water as engines of life not to be abused and enjoy our oceans, rivers, streams, lakes, reservoirs and ground water as the sustaining molecule of our being.

Brazil has the highest freshwater resources in the world, followed by Russia, United States and Canada. Canada has 8,798,000 freshwater lakes, which is about 20% of the planet’s freshwater resources. We cannot confuse freshwater with potable water as many of our lakes and streams are polluted. Countries that waste the most water are China, United States, Brazil, Russia, etc. suggesting that the more water is available, the more is wasted. The exception is Canada. Global use of freshwater in agriculture, industry and municipal uses has increased six-fold since 1900. The problem is that the world does not produce six times the amount of water and for sustainability levels of water resources, rates of water withdrawals must be below rates of freshwater replenishment.

In 2015, all countries pledged to work towards universal access to safe drinking water, sanitization and basic handwashing by 2030, but progress has been far too slow and needs to be three times faster if we are to achieve this goal. Nearly 1/3 of the world population do not have basic soap and water, resulting in millions of people dying each year of infectious diseases spread through unsafe drinking water and poor sanitization. More than half a million are children. It requires a meaningful reflection on how we lead our lives in developed countries when our excesses are the basic needs of others. We should contemplate on how the water flowing to our tap gets there. What is the process and what methods are used so that you can sip it from a glass and kill our thirst. Think about poor world countries with no access to clean water and facilities to make it drinkable. Wonder about what their quality of life is. Think about the farmer who will put food on your table watching wilting plants without a way to rejuvenate them…and many others as nearly half of the world do not have access to safe water and sanitization.

Don’t be a swinous individual on water usage. Next time you feel that you can stay in the shower for 30 minutes, think of the have-nots of the world where this precious life-giver is not available.

The world population will pass 8 billion by the end of this year. Resources will become scarcer so it’s important that we all become conservationists and assess the role we can play to preserve this earth, which in reality only has 1.5 billion years left of life, if we screw it up it could be much sooner. Respect the place you walk on and take a swim in the natural medicine around you.

Manuel DaCosta/MS

Manuel DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER