Edições

9 DE JULHO DE 2021

Está disponível mais uma edição do Milénio Stadium!

Edição 1544 – 9 DE JULHO DE 2021

 

 

Milenio Stadium 1544-2021-07-08-artwork

 

Enquanto o mundo gira sob o seu próprio eixo, devido ao aumento da vacinação as pessoas estão a habituar-se a regressar a algum sentido de normalidade. No entanto, as notícias estão repletas de declarações de pessoas que recusam receber uma vacina que pode potencialmente salvar vidas, enquanto isso, as doses em excesso ainda estão nos congeladores à espera de beneficiários. Não há muito tempo, o normal era o contrário, tendo em conta que a procura por vacinas era a prioridade dos canadianos.

Regressar à normalidade significa voltar ao trabalho, abraçar ente queridos e criar um ambiente onde as complicadas restrições da Covid se transformam em questões vulgares descomplicadas. A reconstrução económica será primordial na reorganização das nossas vidas e o Canadá parece estar preparado para liderar nesse aspeto, apesar da apreensão causada pelo ceticismo político e pela fraca liderança a todos os níveis. A vontade das pessoas está a levar o controlo de volta à autonomia fiscal, colhendo os restos permitidos pelas regras do governo. A área do Canadá considerada o motor revitalizador da economia é a Grande Área de Toronto (GTA), que é a área metropolitana mais populosa do Canadá. A região contém 25 comunidades urbanas, suburbana e rurais, onde se inclui a cidade de Toronto, e as regiões municipais de Durham, Halton, Peel e York. Em conjunto, estas áreas formam um monstro económico inigualável em qualquer outra parte do país.
Viver na GTA implica abraçar os costumes e tradições de um planeta inteiro. Sendo uma área que alicia imigrantes de todas as partes do mundo, devido à sua atratividade económica, esta riqueza da humanidade em comunidade traz os seus desafios. O crescimento incontrolável e a exclusividade comunitária não levaram a que a população se juntasse para trabalhar para o bem e para o benefício de todos. Em qualquer comunidade grande, como a GTA, a profusão do socialismo alterou o comportamento das pessoas e a sua representação política. Os grupos focados na sua própria agenda já não apoiam o desenvolvimento económico, ao invés encorajam a visão fascista onde o trabalho mínimo e o apoio governamental deveriam ser o fator predominante na maneira como as pessoas vivem. A preponderância do ativismo de esquerda chocou Toronto, causando confusão no que diz respeito ao futuro da grande cidade do Canadá. A quem pertence uma cidade ou uma região? Pertence aos cidadãos que investem as suas vidas na sua construção e bem-estar ou aos políticos eleitos que pensam que sabem mais e criam uma ascendência de poder do qual não têm direito? A GTA tem de ser protegida em vários aspetos, de forma a continuar a ser o farol de uma existência canadiana digna de proteção e uma governação com tenacidade onde os direitos e a proteção de todos são primordiais. A proteção dos nossos cidadãos desfavorecidos deve predominar em tudo aquilo que fazemos, contudo, devem existir garantias de que a pobreza não se torna num negócio explorado por alguns.
Esta semana, o Milénio quer pintar uma representação do que é bom, mau e do que é feio na GTA. As tentativas continuas para apagar a história ao alterar nomes de ruas e destruir monumentos não irá alterar o que este país é. Talvez exista algum estigma negativo associado ao nome “Canadá”. Deveríamos renomeá-lo? Há muito para colocar nesta tela que muda constantemente. É necessária uma comunidade para a construir e uma comunidade para a destruir. Para si, que fotografia representa a GTA? Escolha uma, avalie e contemple o que vê.
Fique bem à volta do mundo na GTA.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER