Desporto

Nacional vence Académico Viseu e é único invicto

II Liga

O Nacional venceu em casa o Académico de Viseu por 2-0, com um ‘bis’ de Ricardo Gomes, ascendeu ao segundo lugar da II Liga portuguesa de futebol e passou a ser a única equipa sem derrotas.

Naquele que foi o jogo principal da sexta jornada, a equipa do Funchal não só manteve a invencibilidade, como impôs o primeiro desaire aos viseenses, os quais, de uma assentada, perderam a liderança para o Santa Clara – que venceu por 2-1, no sábado, o União da Madeira – e caíram para terceiro posto, atrás do Nacional.

Os insulares somaram o quarto triunfo consecutivo, merecendo inteiramente a conquista dos três pontos, já que foram a melhor equipa, mas sobretudo aquela que tudo fez pela vitória.

Os nacionalistas, que dominaram o jogo por inteiro, dispuseram de muitas oportunidades para avolumar o resultado, mas tal não aconteceu por mérito do guarda-redes visitante, Pessanha.

Com este triunfo, a equipa orientada por Costinha subiu ao segundo lugar, com 14 pontos, a um do líder Santa Clara, ultrapassando o Académico de Viseu, que é agora terceiro, com 13, e que vinha a fazer um início de campeonato excelente, em que somava quatro vitórias e um empate.

Por seu lado, o Leixões regressou aos triunfos, em Matosinhos, ao derrotar o Sporting da Covilhã, por 2-1, com o golo da vitória a ser marcado à beira do fim por Derick.

Belima abriu cedo o marcador para os locais, aos seis minutos, na primeira ocasião de que dispôs, respondendo Fatai no início da segunda parte, numa emenda à boca da baliza, aos 47, a igualar a partida, antes de Derick garantir o triunfo ao Leixões aos 83, a aproveitar a sobra de um primeiro remate de Kukula, que impôs a terceira derrota do campeonato os ‘leões da serra’.

O Famalicão venceu o Varzim por 3-1 e subiu ao quarto lugar, com 11 pontos, mas chegou a estar em desvantagem no marcador, quando o poveiro Nelsinho inaugurou o marcador, aos 17 minutos.

A equipa da casa deu a volta ao resultado graças aos golos de Poulson, Feliz e William, aos 39, 52 e 82 minutos, respetivamente, e manteve-se invicto em casa, enquanto o Varzim continua sem vencer fora.

Um penálti convertido por Rui Miguel foi suficiente para o Gil Vicente vencer fora o Sporting B por 1-0 e manter-se com os mesmos 11 pontos do Famalicão, numa partida marcada pelo elevado número de cartões exibidos pelo árbitro, nada menos do que nove, um deles vermelho.

Depois de uma série de três jogos sem perder, a equipa B do Sporting voltou a sentir o sabor da derrota, mas mantêm-se nos lugares superiores da tabela, na sétima posição, com 10 pontos.

Apesar de terem entrado em campo uma atitude dominadora, os ‘leões’ começaram, praticamente, a perder, num lance algo confuso dentro da área na sequência de uma mão na bola do angolano Ary Papel, falta que o árbitro Fábio Filó não teve dúvidas em sancionar com um penálti, que Rui Miguel converteu.

Por seu lado, o Penafiel regressou às vitórias, ao bater em casa o Cova da Piedade por 1-0, com um tento de Fábio Abreu, aos 40 minutos, num jogo em que os penafidelenses ainda desperdiçaram um penálti.

A formação de Penafiel subiu ao 11º lugar, com oito pontos, mais dois do que o Cova da Piedade, que somou a terceira derrota consecutiva e é 15º.

Finalmente, o Arouca não foi além de um nulo na receção ao ‘lanterna vermelha’ do campeonato, o Sporting Braga B, confirmando o mau início de prova sob o comando técnico do antigo central do FC Porto e da seleção nacional, Jorge Costa, muito aquém das expectativas de uma equipa que partiu com o objetivo de regressar à I Liga.

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER