Futebol

Sandro Rosell absolvido após dois anos de prisão preventiva

Falta de provas, sentenciou a Audiência Nacional de Madrid, que iliba o ex-presidente do F.C. Barcelona das acusações de braqueamento de capitais e de comissões recebidas por Ricardo Teixeira, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol.

Não foi possível confirmar as alegações e, portanto, perante as dúvidas semeadas, prevaleceu o princípio de in ‘dubio pro reo'”, esclareceu o tribunal.

Rosell, 55 anos, estava em prisão preventiva havia quase dois anos. Era acusado de lavagem de 20 milhões de euros de comissões pelos direitos televisivos de 24 jogos da seleção brasileira de futebol e de um contrato com a Nike. A acusação pedia pena de seis anos de cadeia.

Além de Rosell, presidente do Barcelona entre 2010 e 2014, foram absolvidos outros cinco acusados.

Fonte: JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER