Desporto

A esperança no meio da inoperância

Liga Europa: Salzburgo, 3 – V. Guimarães,

Um, dois, três.
Foi a conta que o Salzburgo fez à baliza de Douglas e os números da derrota do V. Guimarães esta tarde, na Áustria, por 3-0. Dabbur, Ulmer e Hwang acentuaram a inoperância minhota, num desfecho que, apesar de negativo, ainda deixa hipóteses de apuramento, graças ao empate na Turquia entre Konyaspor e Marselha.
De novo com Wakaso adaptado no centro da defesa, Pedro Martins apostou em Sturgeon, uma estreia na prova, a apoiar Rafael Martins na frente. Héldon e Rafael Miranda saíram, com Hurtado a voltar ao onze.
Se até a derrota, num cenário utópico, mantém os minhotos com uma réstia de esperança pelo apuramento, este era, verdade seja dita, um jogo de ganhar ou ganhar. A testar a estaleca europeia dos conquistadores após o êxito com o Marselha.
Mas primeira parte pouco de bom fez adivinhar. E os dois golos de desvantagem, ao intervalo, espelharam uma equipa incapaz de reter a bola. De criar real perigo aos austríacos. Muito pontapé para a frente.
Tudo começou pela dificuldade dos laterais em fechar os corredores a Berisha, Minamino ou Dabbur. Ainda que algo tímido, o V. Guimarães tentou dar um safanão à boleia de Hurtado. O peruano isolou Rafael Martins, que caiu ao arrancar: sentiu um toque de Pongracic, esboçou um tímido protesto e o árbitro mandou seguir.
Depois, o minuto 27 e Dabbur vincaram as debilidades defensivas da equipa lusa. O avançado desviou o cruzamento de Lainer, Victor García chegou tarde e Douglas mal reagiu perante o cabeceamento certeiro.
No primeiro de dois minutos de compensação, Ulmer – já havia ameaçado após o 1-0 – acentuou a diferença e dobrou a vantagem dos austríacos. Tudo mais complicado para o V. Guimarães, que antes estivera perto do empate numa cabeçada de Rafael Martins ao ferro. Diga-se, na mais bela jogada dos minhotos. Uma raridade em Salzburgo.
No recomeço, a equipa de Pedro Martins esboçou reação pela velocidade de Raphinha. Mas apoio e ligação entre o meio campo e o ataque foi coisa pouca. Rafael Martins, colado à área contrária, nunca conseguiu levar a bom porto cruzamentos caídos na área.
Além da desvantagem, Martins sofreu duros revés com as lesões de Pedrão e Raphinha. Héldon e Hélder Ferreira, frescos e com vontade, pouca diferença fizeram. E Jubal, recém-entrado, estive ligado de forma infeliz ao 3-0. Tentou o corte perante Hwang, a bola sobrou para Dabbur, este contornou Douglas e perdeu ângulo. Contudo, teve paciência e arte para ultrapassar García e oferecer o tento ao colega sul-coreano.
O Salzburgo, mais em gestão e a jogar com o erro contrário, cimentava a vantagem. Com pouco mais de vinte minutos, o melhor do Vitória passou pelo pé esquerdo de Raphinha, num livre socado por Walke. O tal lance que ditou a lesão do extremo.
Derrota pesada. Lesões a aumentar dores de cabeça para Pedro Martins. Último lugar do grupo. No meio da penúria, os conquistadores ainda têm uma ínfima hipótese de apuramento.
Obrigação? Ganhar ao Konyaspor e esperar que o Marselha perca. Venham as decisões.

Jogo na Red Bull Arena.
Salzburgo – Vitória de Guimarães, 3-0.
Ao intervalo: 2-0.
Marcadores:
1-0, Munas Dabbur, 26 minutos.
2-0, Andreas Ulmer, 45+1.
3-0, Hee-Chan Hwang, 67.
Equipas:
– Salzburgo: Alexander Walke, Stefan Lainer, Pongracic, Duje Caleta-Car, Andreas Ulmer, Takumi Minamino (Rzatkowski, 71), Amadou Haidara, Valon Berisha, Xaver Schlager, Munas Dabbur (Tetteh, 86) e Fredrik Gulbrandsen (Hwang, 61).
(Suplentes: Cican Stankovic, Patrick Farkas, Jérôme Onguéné, Yabo, Marc Rzatkowski, Hee-Chan Hwang e Tetteh).
Treinador: Marco Rose.
– Vitória de Guimarães: Douglas, Victor Garcia, Wakaso, Pedro Henrique (Jubal, 60), Konan, Celis, Francisco Ramos, Hurtado (Héldon, 60), Sturgeon, Raphinha (Hélder Ferreira, 72) e Rafael Martins.
(Suplentes: Miguel Silva, João Aurélio, Jubal, Kiko, Hélder Ferreira, Héldon e Texeira).
Treinador: Pedro Martins.
Árbitro: Andrew Dallas (Escócia).
Ação disciplinar: cartão amarelo para Haidara (77) e Schlager (77).

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER