Canadá

Urgências hospitalares do Canadá têm falta de funcionários e enfrentam tsunami de doentes

Urgências hospitalares do Canadá têm falta de funcionários e enfrentam tsunami de doentes-Milénio Stadium-Canadá
The Canadian Press

As autoridades de saúde canadianas cortaram nas últimas semanas as horas de trabalho dos departamentos de emergência hospitalar.

A escassez de funcionários obrigou a esta decisão. Os hospitais lidam agora com mais pacientes por causa do aumento de casos de COVID-19 em adultos e crianças e a situação pode manter-se durante o Verão.

Os cancelamentos de exames e procedimentos durante a pandemia também estão a fazer com que mais pacientes procurem os hospitais. Devido aos cortes de funcionários centenas de corredores de hospitais estão agora entupidos e as taxas de ocupação nos hospitais infantis são superiores a 100%.

Na quinta-feira, um hospital no leste de Ontário localizado numa área onde vivem 6.000 pessoas anunciou que o seu serviço de urgência ia encerrar de sábado a quinta-feira por causa de um surto de COVID-19 entre os funcionários. Agora crescem as críticas de anos de subfinanciamento do serviço público de saúde.

O Ministério da Saúde de Ontário não confirmou quantos hospitais estão a ser afetados, mas disse que o problema está a ser resolvido. Os hospitais do Quebec, a segunda maior província do país, também têm o seu serviço de urgência encerrado ou a funcionar a tempo parcial. Alguns deles já reduziram ou encerraram este departamento há alguns meses.

O hospital infantil de Otava funcionou durante maio e junho acima da sua capacidade e alguns críticos acusam o governo de estar a subfinanciar o sistema de saúde desde os anos 90.

Milénio Stadium

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER