Brasil

Brasil detém suspeito de fraudes bancárias superiores a 500 mil euros em Portugal

Braga, 10/03/2017 – Um homem de 24 anos foi esta sexta-feira detido na zona de Aveiro pelo alegado envolvimento no desaparecimento de uma menina de 13 anos de Beiral do Lima, Ponte de Lima. O homem foi detido numa residência onde também se encontrava a menor e encontra-se indiciado pela prática de um crime de rapto agravado.
Na foto: O sequestrador foi detido pela Polícia Judiciária
(Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens)

A Polícia Federal (PF) brasileira deteve esta terça-feira um suspeito de envolvimento num esquema de fraudes bancárias, que causou um prejuízo superior a meio milhão de euros a clientes de bancos portugueses, informaram fontes oficiais.

Em comunicado, a PF indicou que, além da detenção do cidadão brasileiro, cumpriu hoje dois mandados de busca e apreensão, com objetivo de desarticular um “grupo criminoso transnacional especializado na realização de fraudes bancárias através da rede mundial de computadores”.

As ordens judiciais foram determinadas pela 12ª Vara da Justiça Federal do Ceará e cumpridas no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O trabalho policial, fruto de uma cooperação internacional com as autoridades portuguesas, identificou na investigação indícios de que um brasileiro residente em Eusébio (Ceará) atuava em fraudes em Portugal, em conluio com cidadãos portugueses.

“A investigação demonstrou que o investigado brasileiro integra um grupo criminoso que acede a bancos de dados de clientes em instituições financeiras no exterior, mediante fraude, e desvia recursos desses clientes. Apurou-se prejuízo superior a meio milhão de euros a clientes de bancos portugueses”, explicou a PF em comunicado.

Na ação de hoje, a Polícia Federal brasileira apreendeu um veículo de luxo, telefones, computadores e documentos afetos à compra de imóveis nos dois endereços vinculados ao investigado.

“O trabalho dos polícias federais continua com análise do material apreendido na operação policial”, concluiu a corporação.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER