BlogTemas de Capa

Voxpop

Vacinação

 

voxpopvacinação-canada-mileniostadium
Crédito: DR

 

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, que colocou o mundo de cabeça para baixo, muitos já acreditavam, que a luz no fim do túnel, e a retomada da vida “normal”, ou o mais próximo possível disso, se daria a partir da criação de uma vacina contra a doença. Cientistas e laboratórios farmacêuticos de diferentes países correram contra o tempo, e antes mesmo do final deste ano, veio a notícia: a vacinação já arrancou no Reino Unido.  Entretanto, agora que as vacinas saíram do imaginário popular e começaram a ser testadas pelas autoridades de saúde, para de facto, chegarem à população, parte dela, ainda tem muitas dúvidas.  Embora os testes estejam apontando altos índices de eficácia de diferentes marcas de vacinas, algumas pessoas ainda estão inseguras e incertas em relação à imunização. Uma recente pesquisa conduzida pelo Angus Reid Institute, no Canadá, mostrou que 40% dos canadianos disseram estar dispostos a tomar a vacina assim que esta estiver possível, enquanto 36% preferem esperar por resultados iniciais, para então serem imunizados. 15% dos entrevistados afirmou que não pretende se vacinar e 9% se disseram indecisos. Nessa edição, nossa equipa consultou alguns moradores do Canadá para saber a opinião deles sobre alguns temas relacionados à vacina contra a Covid-19. 

Lizandra Ongaratto/MS


  • Juliana de Azevedo Ferreira Machado, 37 anos, administradora

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Sim, confio nos testes que estão sendo realizados e na aprovação pelo Health Canada. Sim, pretendo me vacinar assim que possível.

2) Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

Sim, considero.

3)Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Sinceramente, não sei. Não tenho uma opinião formada.


  • Elizabeti Fagundes, 62 anos, empresária

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Concordo em tomar se for uma vacina com comprovação científica e não política.

2)Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

É direito delas não tomar. Cada um sabe o que é melhor pra si.

3) Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Jamais deveria ser obrigatório tomar a vacina. Toma quem quiser, e caso a pessoa não queira, ela não pode sofrer represálias porque não quis. Esse é um direito de escolha que todos têm.


  • Daniel Gama, 43 anos, Sound Engineer

1)Do you trust in the Covid-19 vaccine effectiveness? Do you intend to get one when it becomes available?

No. I don’t like medication. I don’t like the idea that my body has to relay on medications every time that something is wrong, I believe it can heal for its own.

2) Not everybody is willing to take the vaccine. Do you believe that by doing that they  might be exposing others to risk?

No. Because it’s a matter of choice, if you want to get vaccinate you do, or just don’t.

3) Do you support mandatory vaccination?

No, because everybody has the right to decide what to do with their bodies and lives.


  • Miguel Machado, 39 anos, professor de música

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Confio desconfiando. Como não estou no grupo que se vacinará primeiro, verei como serão as repercussões dessas primeiras pessoas vacinadas e pretendo me vacinar assim que possível (caso ela seja de facto eficaz).

2)Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

Acho que pode repercutir negativamente na formação de uma futura “imunidade de rebanho”, uma vez que tenham pessoas não imunizadas. Portanto, afetaria a saúde coletiva, sim.

3)Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Sim.


  • Paula Duarte, 48 years, Administradora

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Confio. Temos cientistas trabalhando 24 horas em pesquisas e as percentagens de eficácia anunciadas pelos laboratórios são excelentes. Porém prefiro as vacinas dos laboratórios europeus ou norte-americanos por terem nomes reconhecidos mundialmente no avanço científico.

2)Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

Sim vou ser vacinada, mas respondendo a pergunta seguinte, acho importante as pessoas começarem a pensar no coletivo ou senão não iremos acabar com a contaminação.

3)Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Tudo o que é “obrigatório” não funciona bem, ao meu ver. Educar as pessoas, informar a eficácia, mostrar resultados, coisas deste tipo, acho que seria um caminho melhor.


  • Hélio Lora, 60 years, empresário

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Muito cedo para dizer. Ainda não tenho opinião formada.

2)Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

Irei me vacinar assim que vir resultados positivos e seguros.

3)Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Se tiver resultados positivos e satisfatórios, sim.


  • Andrew Robinson, 52 years, social workers

1)Do you trust in the Covid-19 vaccine effectiveness? Do you intend to get one when it becomes available?

I’m pretty sure I will get the vaccine, although I do have concerns about the effectiveness, and side effects.

2) Not everybody is willing to take the vaccine. Do you believe that by doing that they might be exposing others to risk?

As with all vaccines the more people who get them the more effective they are for society, that being said I believe that people should be allowed the freedom of choice on what they put in their body.

3) Do you support mandatory vaccination?

I absolutely do not support mandatory anything by the government.


  • Juliano Viudes Moraes, 32 anos, fisioterapeuta

1)Você confia na vacina contra a Covid-19? Pretende se vacinar assim que for possível?

Sim, confio. De acordo com as reportagens que li, a percentagem de sucesso nas diferentes vacinas criadas pelas diferentes farmacêuticas é superior a 90%. Com maior eficiência na segunda dose. Entretanto, já li que apenas com duas doses ainda não se atinge o resultado esperado, devendo ter uma terceira dose de reforço. Pretendo me vacinar assim que for possível.

2)Existem pessoas que não querem se vacinar. Acredita que essa postura pode afetar, e prejudicar, a saúde coletiva?

A razão principal de tomar a vacina é proteção. Com a vacina temos a possibilidade de criar anticorpos caso sejamos afetados pelo vírus. Acredito que essa postura possa ajudar na saúde coletiva e não prejudicar. Com menos casos de Covid-19 há menor proporção de contaminação e com menor alastramento temos a contenção viral, entretanto, o vírus pode ser mutável… Então, acredito que mesmo que as variações da vacina não sejam 100% eficazes, pode ser que no futuro com mais tempo as empresas farmacêuticas possam desenvolver uma versão de dose unitária e com maior segurança. Li que a estrutura da vacina criada usou uma tecnologia diferente que pode ter mutação genética ao usar a remodelação ribonucleica, então ainda não sei dizer se esse tipo de vacina seria o mais adequado em comparação ao vírus inativo, mas se apresenta percentagem maior do que 90% já traz uma segurança maior. Outro fator a ser considerado são os testes da vacina em humanos, que ainda estão no início da terceira fase de experimentação, para se tirar uma conclusão assertiva dos efeitos colaterais que a vacina pode causar.    

3)Achas que a vacina deveria ser obrigatória?

Não acho que a vacina deve ser obrigatória. Todos têm o direito do livre arbítrio, de poder decidir o que é melhor para si. Assim como outras vacinas, como por exemplo a da Influenza, os governos devem estimular e conscientizar a população dos benefícios e possíveis efeitos colaterais, mas não obrigar a população a se submeter a um tratamento que ainda não é 100% eficaz. 

Lizandra Ongaratto/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER