BlogComunidade

Mississauga vai ter festival dedicado à cultura e às tradições portuguesas

Direção do Portugalo Heritage Fest 2022 - milenio stadium - 2022-04-29

 

Imagine um grande festival dedicado à cultura e às tradições portuguesas, mas desta vez em Mississauga. Esse é o objectivo a que a Portugalo Portuguese Heritage Fest se propõe em setembro no Mississauga Celebration Square.

A direção da nova organização sem fins lucrativos, o Portugalo Portuguese Heritage Inc, junta pessoas que residem naquela cidade e que trabalham nos mais variados sectores que em comum têm a paixão pela cultura portuguesa. A presidente, Maria de Fátima Esteves, disse ao Milénio Stadium, que depois de consultarem com amigos decidiram ir em frente com a ideia. “Um dia em conversa com a Eddie Suliman percebemos que a nossa comunidade não estava a ser representada nessa praça. Falámos com alguns amigos portugueses e eles acharam que era uma grande ideia e disponibilizaram-se para ajudar. O objetivo é fazer um evento por ano no Celebration Square, não queremos competir com ninguém, a ideia é dar a conhecer a nossa história, folclore, tradições, gastronomia e mostrar às outras comunidades o quanto valemos nesta cidade, província e país”, adiantou.

O festival vai ter entrada gratuita e decorre a 10 de setembro entre as 10h e as 23h. A apresentação de parte da programação decorreu na quarta-feira (27) no Mississauga Convention Centre. “Vamos ter folclore, artistas locais e de Portugal, cujos nomes ainda não podemos revelar, gastronomia e casamentos em grupo ao estilo de Lisboa. Queremos fazer um tributo às noivas de Santo António, uma tradição que começou em 1958 e que depois de ter estado interrompida voltou em força em 2004”, informou.

As inscrições para o concurso já abriram e três casais de noivos, de preferência portugueses, vão poder casar ao mesmo tempo no Mississauga Celebration Square com tudo pago. “Queremos ajudar casais que querem casar, mas que não têm dinheiro para organizar a cerimónia. Eles podem trazer até 20 convidados e nós pagamos o vestido e o fato do noivo, alianças, bolo, flores e fotografias”, disse.

Aqui fica a lista completa da direção do Portugalo Portuguese Heritage Inc: Maria de Fátima Esteves, natural de Almada, já trabalhou no sector bancário e no governo de Ontário e é também a fundadora de uma outra organização sem fins lucrativos, a Breakfast with Santa Foundation que ajuda crianças desfavorecidas. Eddie Suliman, vice-presidente, é uma aclamada empresária organizadora de eventos em Mississauga que trabalhou inclusive na campanha que elegeu Bonnie Crombie como autarca de Mississauga. Henry Esteves, casado com Maria de Fátima Esteves, antes de se reformar trabalhou para o Ontario Power Generation e Tony Camara é um conhecido cantor da comunidade portuguesa. Cliff Silveira é Director de Operações no Mississauga Convention Centre e Tenci Leite é gerente na Legal Aid Ontario, uma organização que assiste todos os anos mais de um milhão de pessoas com baixos rendimentos na província. Paulo Tavora é um dos proprietários do Távora Foods e Teresa Calaminici, que apesar de ter descendência italiana, decidiu envolver-se no projeto porque o seu genro é português.

Paulo Tavora foi um dos empresários que apesar da atual conjuntura económica decidiu apoiar o evento desde o primeiro dia. “Gostava de dizer que a ideia foi minha, mas não é verdade. Moro em Mississauga há cerca de 13 anos e quando era mais jovem assistia muitas vezes à Parada de Portugal em Toronto. Acho que vai ser interessante celebrarmos a cultura portuguesa por aqui também, espero que a comunidade adira e que este seja o primeiro de muitos anos”, referiu ao nosso jornal.

O presidente e o vice-presidente do PCCM com Maria de Fátima Esteves e Eddie Suliman - milenio stadium - 2022-04-29

 

O Clube Português de Mississauga (PCCM) também esteve presente para demonstrar o seu apoio e antecipa um grande mês de setembro, altura em que vamos tentar entrar para o Guiness com o vira minhoto. “Acho que o nosso dever é acompanhar e participar o Portugalo porque é uma iniciativa fantástica que já deveria ter sido feita há muitos anos. O festival deles é a 10 de setembro e a nossa tentativa para bater o recorde do Guiness com a dança do vira é a 17 do mesmo mês. Tivemos que adiar a data porque um outro clube decidiu fazer um evento no mesmo fim-de-semana, julgo que temos que ser mais unidos em vez de lutarmos uns contra os outros porque no final do dia estamos aqui todos pela mesma razão que é o amor àquele cantinho que é Portugal”, explicou Jorge Mouselo, presidente do PCCM. O clube já conseguiu reunir 400 pessoas para a dança do vira de setembro e precisa de chegar às 750.

A organização do Portugalo Portuguese Heritage Fest promete divulgar em breve mais detalhes sobre a programação do evento, por isso fique atento e reserve esta data na sua agenda.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER