BlogMundo

Grave surto de dengue em Timor-Leste matou 20 crianças em janeiro

milenio-stadium-timor-dengue
Estetoscopio
Joana Bourgard

 

O surto de dengue que está a assolar Timor-Leste provou em janeiro a morte de 20 crianças, todas com menos de 14 anos, o que representa praticamente tantos mortos como os registados ao longo dos dois últimos anos.

“Todos os 20 óbitos registados foram entre menores de 14 anos e a maioria entre menores de cinco anos. Vários casos foram de febre hemorrágica”, disse à Lusa fonte oficial do Ministério da Saúde timorense.

Entre 1 e 31 de janeiro as autoridades registaram em todo o país 1286 casos, mais do que os 901 registados em todo o ano de 2021 e ligeiramente menos que os 1451 registados durante todo o ano de 2020.

Ainda assim, e no que toca a óbitos, o surto atual é o mais mortífero dos últimos anos, com 20 mortos em janeiro, praticamente tantos como o total dos últimos dois anos: 11 em 2021 e 10 em 2020.

A maioria das mortes (onze) registou-se em Díli, seguindo-se Ermera com quatro, Covalima com dois e Ainaro, Bobonaro e Viqueque com um óbito cada.

A taxa de fatalidade – que mede o número de óbitos por casos – foi em janeiro de 1,6%, acima dos 1,2% registados em 2021 e 0,7% do ano anterior, sendo mais elevada em Ainaro (7,1%) e Ermera (5,2%).

De todos os casos registados em Díli – 857 – mais de 92% foram entre crianças com menos de 14 anos.

Atualmente há doentes com dengue em nove unidades médicas em Díli.

A maioria dos casos em Díli (715) são de febre dengue, com 75 casos de febre hemorrágica e 67 de “síndrome de dengue choque”, sendo estas duas as situações mais graves.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER