BlogTemas de Capa

Do lago à torneira: A viagem da água em Toronto

RL Clark Water Treatment Plant - milenio stadium

 

Faz parte da nossa rotina: usamos água da torneira para escovar os dentes, descarregamos a água do autoclismo na casa de banho, a torneira da cozinha dá-nos água para lavar a loiça, água para cozinhar, para beber. No decorrer do dia lavamos as mãos várias vezes e, antes de dormir, nada melhor do que um banho de água quentinha no chuveiro. Entretanto lavamos o carro, a roupa suja e até regamos o jardim com uma água bem fresca.

Água, água, água e mais água! Este bem precioso está em todos os momentos do nosso dia. Quando abrimos a torneira, contamos ter água limpa, segura e consumível. Mas o que acontece para que isto seja possível todos os dias da nossa vida? O quanto sabemos sobre a nossa água? Conversámos com a Toronto Water para descobrir a ciência por detrás do grande sistema de distribuição de água potável da cidade e conhecer a viagem até chegar às nossas casas.

Milénio Stadium: Quantas estações de tratamento de água temos na cidade de Toronto?
Toronto Water: Toronto tem quatro estações de tratamento de água. As estações retiram a água do Lago Ontário, que é depois processada e tratada para fornecer água potável entregue a residências e empresas através do sistema de distribuição de água principal. A água de Toronto é continuamente testada, controlada e analisada para garantir que atende aos rígidos padrões de Saúde Pública de Toronto, da Província de Ontário e do Governo do Canadá. O laboratório certificado da Toronto Water testa água potável a cada seis horas, ou seja, mais de 6.000 vezes por ano. Também anualmente, realiza mais de 20.000 testes nas estações de tratamento de água e 15.000 testes bacteriológicos em amostras recolhidas no sistema de distribuição de água. Existem também as estações de tratamento de águas residuais, que é a água que os moradores, empresas e indústrias descarregam em sanitas, esvaziam em pias e ralos. Esse material segue então pelo sistema de esgoto sanitário até uma das quatro estações de tratamento de efluentes, onde é tratado de acordo com os padrões do Ministério do Meio Ambiente, Conservação e Parques, e por fim devolvido ao lago. O tratamento preliminar remove grandes detritos, como pedras, paus, areia, lodo e cascalho que são lavados no sistema de esgoto. Remove produtos de higiene como tampões, fio dental e lenços. Depois, o tratamento primário separa a matéria sólida orgânica mais fina (dejetos humanos) das águas residuais. No tratamento secundário, os técnicos cultivam e criam o ambiente ideal para organismos microscópicos que reduzem e convertem poluentes nas águas residuais. Os microrganismos multiplicam-se e crescem em número para ajudar a produzir um efluente claro e limpo. Nesta etapa faz-se também a remoção e redução de nutrientes como nitrogénio e fósforo. Depois vem a desinfeção. A água é desinfetada para garantir que quaisquer patógenos nocivos remanescentes sejam destruídos. O efluente é então seguro e pode ser devolvido ao ambiente natural. Na maioria das fábricas, parte da água é reciclada dentro da instalação para uso em processos internos.

MS: Que químicos são utilizados no processo de limpeza das águas aqui na cidade?
TW: Nesse processo são usados vários produtos químicos, como cloreto ferroso, hipocloreto de sódio e bissulfito de sódio. O cloreto ferroso é usado para ajudar a precipitar o nutriente fósforo, e isso é conseguido adicionando pequenas quantidades ao tratamento preliminar e/ou secundário. O hipocloreto de sódio e o bissulfito de sódio são adicionados ao efluente final das águas residuais para obter uma desinfeção adequada.

MS: Qual é o ciclo da água em Toronto? Digamos que eu estou a lavar loiça em casa e a água desce pelo ralo… o que acontece até que ela se torne água limpa e regresse às torneiras?
TW: A água que sai das nossas casas vai para as estações de tratamento e, de seguida, para o lago Ontario. Para chegar às torneiras novamente, a água é recolhida através de tubos de entrada nas profundezas do lago, localizados de um a cinco quilómetros de distância da costa. A água do lago passa por redes para remover detritos grandes e depois por filtros para remover impurezas adicionais. A água é desinfetada com cloro ou ozono. Depois, alúmen ou policloreto de alumínio é adicionado à água para formar uma substância gelatinosa que une partículas maiores (chamadas flocos) e, após a sedimentação, passa por filtração adicional. A água viaja através de bacias de sedimentação, de modo que as partículas maiores se depositam no fundo. A água limpa no topo segue para filtros que contêm cascalho, areia e carbono para remover impurezas e bactérias suspensas. Antes de a água ser bombeada para distribuição em residências e empresas, ainda é adicionado cloro para destruir bactérias, algas e vírus, flúor para ajudar a prevenir as cáries dentárias, amoníaco para garantir que os níveis de cloro permaneçam consistentes à medida que a água passa pelo sistema de distribuição, e, por fim, ácido fosfórico, que é usado para controlar a corrosão (ajuda a criar uma barreira entre tubos de chumbo residenciais e água potável). Para garantir um abastecimento ininterrupto de água, existe um sistema computadorizado de controlo de processos supervisionado pela equipa da Toronto Water. O objetivo é distribuir água de qualidade superior de maneira confiável, económica e ambientalmente correta.

MS: Qual é a dureza da água em Toronto e que impacto esse nível tem na nossa saúde?
TW: A fonte da água de Toronto é o lago, e a água do lago não é tipicamente água dura, embora possa conter alguns íons causadores de dureza, como cálcio e magnésio, íons de estrôncio, ferro, bário e manganês, que também contribuem para a dureza da água. A água da torneira tratada da Toronto Water é de dureza média e é continuamente testada, controlada e analisada para garantir que atende aos rigorosos padrões de qualidade estabelecidos pela Toronto Public Health, pela Província de Ontário e pelo Governo do Canadá.

MS: Muitas pessoas têm em casa jarros de filtrar água ou até aplicam filtros nas torneiras e no chuveiro. Vale a pena investir nestes filtros ou é um desperdício de dinheiro?
TW: A água da torneira de Toronto é segura e saudável para beber diretamente da torneira. Então não é necessário fazer uma filtração adicional.

MS: É frequente as pessoas deitarem fora materiais e substâncias que acabam nos esgotos e no sistema de água. Quais são os mais perigosos ou difíceis de processar e que devemos evitar ao máximo descartar na sanita ou ralos?
TW: Muitos itens que usamos diariamente não podem descer pelas nossas sanitas ou ralos. Vários produtos, mesmo aqueles rotulados como sendo seguros de deitar na sanita (“flushable”) ou “biodegradáveis”, não se dissolvem. Eles podem causar danos ou bloqueios no saneamento da casa, levar a inundações, danificar os canos de esgoto da cidade, causar danos nas estações de tratamento de águas residuais, danos ao meio ambiente e habitat aquático no lago e rios locais. É importante não descartar nos ralos produtos de higiene (por exemplo, tampões, preservativos, lenços húmidos, cotonetes, fio dental, fraldas e panos). Não se deve também descartar nos ralos gorduras ou óleos de cozinha, medicação (seja em comprimidos ou líquido), resíduos domésticos perigosos (como tintas, pesticidas e produtos de limpeza) e ainda produtos para automóveis e garagem (como óleo de motor e anticongelante).

MS: As estações de tratamento de água tem um protocolo de segurança para evitar intoxicações ou possíveis ataques? Como é possível garantir que a água distribuída é 100% segura a cada momento?
TW: O processo de tratamento em Toronto opera sob regulamentos rígidos e atende ou excede os padrões estabelecidos pelo governo provincial e federal para proteger a saúde pública e o meio ambiente. A água da torneira de alta qualidade de Toronto passa por amostragem, testes e relatórios rigorosos. Toda a água é testada para garantir a saúde e segurança antes de ser distribuída para consumo. Além disso, todas estações de tratamento são edifícios protegidos com segurança 24 horas por dia.

Telma Pinguelo/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER