Madeira

“Depois da Autonomia, o Porto Santo foi outra vez descoberto”

No discurso no âmbito da cerimónia do Dia do Concelho do Porto Santo, Tranquada Gomes, presidente da Assembleia Legislativa Regional, recordou o desenvolvimento de que a ilha tem sido palco nos últimos anos. “Depois da Autonomia o Porto Santo foi outra vez descoberto, pois várias obras notáveis foram feitas para bem da população”, disse Tranquada, acrescentando ainda palavras para enaltecer a resiliência de quem reside na ilha: “apesar das dificuldades e isolamento, os porto-santenses sempre souberam ultrapassar as diversas adversidades”.

O presidente da ALM sublinhou ainda que, no seu entender, o Porto Santo deve se afirmar, cada vez mais, como um polo de atractividade turística em termos ambientais, sublinhando que estamos já no patamar da economia azul”.

Tranquada aproveitou ainda a ocasião para lançar alguns alertas e enviar ‘recado’ para o Governo da República, afirmando que “é necessário que a República cumpra o seu dever para com a Região em variadíssimos campos”, não só no compromisso assumido relativamente ao novo hospital, como também no cumprimento do princípio da continuidade territorial que é fundamental para os madeirenses e, sobretudo, para os porto-santenses que são penalizados pela dupla insularidade.

Redes Sociais - Comentários

Fonte
DN Madeira

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER