Açores

Grupo Barceló junta-se a sócio açoriano para abrir hotel em São Miguel

O grupo hoteleiro espanhol Barceló Hotel Group fez uma parceria em Ponta Delgada com um ‘player’ local para terminar a construção de um hotel em S. Miguel, perto do aeroporto João Paulo II.

A revelação foi feita pelo CEO para a Europa, Médio Oriente e África do Barceló Hotel Group, Raúl Gonzalez, em declarações ao Publituris, dizendo que espera que este projecto esteja pronto a tempo do Verão do próximo ano.

A estreia em Portugal do Barceló Hotel Group, foi em 2018 com a abertura do Allegro Madeira, no Funchal, e, posteriormente, do Occidental Lisboa, na capital portuguesa.

Raúl González sublinha que o grupo está disponível para fazer negócio no sector hoteleiro por três vias: “Possível aquisição, tanto maioritária como minoritária tanto de activos individuais como de cadeias hoteleiras; contrato de aluguer, o mais variável possível; e gestão”.

“Estamos interessados em fazer uma operação sobre uma cadeia ou sobre algum activo independente com os quais poderemos crescer, afinal temos 60 e poucos hotéis em Espanha e em Portugal apenas dois, está descompensado”, realça, sendo que a aquisição de uma cadeia hoteleira permitirá realizar “uma implementação rápida”.

“Somos um pouco atípicos, porque estamos abertos a distintos modelos de colaboração. Se faz sentido, estamos disponíveis para falar sobre quase tudo, desde ter participação minoritária ou maioritária, só contrato de aluguer ou de gestão. Qualquer modelo que faça sentido, estamos disponíveis”, sublinha, referindo que o grupo conta com uma responsável, Carmen Pardo, para analisar as várias hipóteses disponíveis no mercado.

Actualmente, o grupo encontra-se a fazer várias negociações, especialmente no Algarve, que é um mercado, “que, do ponto de vista de clientes, é muito parecido ao que temos em outras zonas, como em Huelva”.

Contudo, “ainda não fomos capazes de encontrar o preço adequado”. Também a cidade do Porto e Lisboa suscitam interesse por parte do Barceló Hotel Group, “mas a minha impressão é que estes dois destinos vão passar por momentos mais complicados e creio que, dentro de dois ou três anos, teremos a oportunidade de poder fechar acordos com pessoas a quem o negócio não corre bem”.

Para já, o grupo vai aumentar a sua presença na ilha da Madeira, onde são sócios maioritários de uma operação para o desenvolvimento de um hotel em frente à Sé Catedral. Segundo Raúl González, o projecto vai ser uma unidade da marca Barceló, de cinco estrelas, com 100 quartos, estando ainda em cima da mesa a possibilidade de se fazer uma aquisição de um edifício contíguo para se expandir o projeto inicial.

A abertura está prevista para o Verão de 2021.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER